SINDICATO DOS SERVIDORES TEM REUNIÃO COM PREFEITO DE SÃO CARLOS

O Prefeito de São Carlos Rudi Miguel Sander participou na tarde desta quinta-feira (15), de uma importante reunião com representantes do Sindicato dos Servidores Públicos de Chapecó e Região.

Tambem esteve presente, a Vereadora Sidirléia Argenta Assmann que falou da importância desta reunião, que teve como pauta principal a questão da reposição salarial. Os demais municípios de abrangência do sindicato estão entrando com uma ação judicial para os prefeitos poderem dar esta reposição salarial do funcionalismo público. “O que o sindicato então veio conversar com o prefeito para ver qual a melhor saída para a questão. O prefeito juntamente com o corpo jurídico da administração entendeu que há possibilidade de entrar via judicial para ter as condições legais de se fazer esta reposição salarial e estarão vendo a melhora forma de fazê-lo. Em seguida, será enviado para a Câmara de Vereadores para aprovação”, disse Sidirléia.

A Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Chapecó e Região Vania Barcellos também destacou a importância desse encontro onde, segundo ela, o Sindicato oficializou ao prefeito, a solicitação para que ingresse na justiça com uma ação declaratória para que a Justiça autorize o prefeito a fazer o pagamento da reposição salarial dos servidores. “Neste oficio, além de fazer esta solicitação, nós também solicitamos informações sobre os números da prefeitura, comprometimento com a folha com relação a lei de responsabilidade fiscal, se a reposição deste ano foi colocada na lei Orçamentária, e algumas informações que precisamos ter para nossas ações. Nós fizemos desta forma o documento para que, caso o prefeito não entrasse com uma ação, de posse dessas informações repassadas por ele, nós poderíamos também tentar entrar com um mandado de segurança. Mas ficamos muito contentes com o resultado da reunião porque o prefeito, junto com seu assessor jurídico decidiram então, entrar com esta ação na justiça para ver a posição da desta em relação ao pagamento da reposição. O Passo seguinte então, é encaminhar o projeto para a Câmara de Vereadores e a solicitação à justiça para que possa proceder a reposição dos servidores e do vale alimentação”, comentou Vânia.