Polícia Civil investiga caso de aborto em Chapecó


A 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó instaurou inquérito para investigar uma denúncia de aborto que teria ocorrido em abril de 2020, tendo como suspeita mulher residente em Chapecó e um homem residente em Jardinópolis.

Após denúncia anônima pelo “Disque 100” feita quase um ano depois do fato, a Polícia Civil iniciou a investigação e localizou o feto enterrado em área de mata no interior de Jardinópolis. Durante as investigações foi cumprido mandado de busca e apreensão na residência da suspeita e coletado material genético para dar continuidade à identificação da autoria.

As amostras coletadas foram enviadas para a Polícia Científica e o Instituto Médico Legal realizará exames de DNA para confrontar com os restos mortais do feto. Daqui pra frente as investigações continuam para apontar se o aborto foi criminoso ou espontâneo, ou seja, quando por motivos de saúde a gestante expele o feto sem intenção.

Fonte: Polícia Civil