Japão aprova uso de remdesivir para tratar casos graves de Covid-19

O Japão aprovou o uso do medicamento antiviral, ainda em fase experimental, remdesivir para tratar pacientes diagnosticados com o novo coronavírus em estado grave.

Pesquisadores norte-americanos divulgaram informações, na semana passada, sobre um possível tratamento para a Covid-19. Segundo eles, evidências mostram que o medicamento pode ajudar os pacientes a se recuperarem mais rápido da infecção.


A Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, em inglês) autorizou o uso emergencial do remdesivir para pacientes com sintomas severos da doença.

O Ministro da Saúde e do Bem-Estar Social do Japão concedeu uma aprovação especial para a substância, desenvolvida pela farmacêutica norte-americana Gilead, apenas três dias após a companhia solicitar a aprovação.