Fundação Cultural realiza reunião para construção do Plano Museológico da Casa da Memória

Na tarde desta terça feira, dia 13 de julho, aconteceu junto a Fundação Cultural de São Carlos a terceira reunião para

. Além da museóloga Franciele Maziero e do diretor da Fundação Cultural, Gilson Rogério e Silva , também se fizeram presentes o historiador Jefferson Luis Ribas de Oliveira, a gestora de acervo Emília Royer Ruppenthal e Rodrigo Blume que é membro do Conselho Municipal de Políticas Culturais do município. Além destes, de forma online, também acompanharam a reunião a historiadora Letícia Venson e a arquiteta Angela Paula Ribeiro.

São várias as etapas até a finalização do plano e no encontro desta semana, foram discutidos e conceituados a missão, visão, valores e os objetivos da instituição são-carlense e, além disso, foi elaborada a Matriz SWOT/ Matriz FOFA para entender as forças e fraquezas da Casa da Memória e também compreender os fatores internos e externos a sua organização.

O plano museológico é um documento muito importante para uma instituição museal. É um documento que tem validade por determinados anos e é elaborado a partir de um diagnostico feito da instituição. Após a sua finalização o documento vai servir com um ponto de partida daquilo que a instituição quer e almeja alcançar, ou seja, esse documento será a memória e o futuro da instituição.

É através da construção desse Plano Museológico que a Casa da Memória de São Carlos poderá cada vez mais oferecer ao público visitante um espaço e serviço de qualidade. A próxima reunião para dar continuidade às atividades subsequentes está agendada para o mês de agosto.