Equipe da Secretaria de Educação visita as escolas

A equipe da Secretaria de Educação de São Carlos, através da Assistente Técnico Pedagógico Andréa Damin, da Nutricionista Kathleen Werlang Scherer, acompanhadas pelo Secretário de Educação Sadi Baron, realizaram visitas às Escolas Municipais Padre Jorge Annecken, Prof. Mário Xavier dos Santos e Padre Nicolau Gouverneur, na tarde do dia 07 de abril.

A representante da equipe pedagógica fez a entrega dos Diagnósticos de Aprendizagem, objetivando realizar um levantamento do conhecimento e das habilidades dos alunos, como forma de pensar em ferramentas de apoio pedagógico e recuperação da aprendizagem num Continuum Curricular 2020/2021, sob assessoria da AMOSC, em parceria com a UNOCHAPECÓ e UFFS, através de formações ao longo do ano letivo vigente.

“Esse levantamento é de fundamental importância para diagnosticarmos os impactos da pandemia na aprendizagem dos estudantes em 2020 e prever estratégias para combater as defasagens dos estudantes durante os próximos anos letivos”, friza Andréa.

A Nutricionista Kathleen Scherer verificou nas unidades escolares a distribuição da alimentação escolar aos alunos. De acordo com Kathleen, “os cardápios têm como base a utilização de alimentos in natura ou minimamente processados, de modo a respeitar as necessidades nutricionais, os hábitos alimentares, a cultura alimentar da localidade e pautar-se na sustentabilidade, sazonalidade e diversificação agrícola da região adquirindo alimentos da agricultura familiar, com o principal objetivo de promover a alimentação adequada e saudável”.

A nova resolução nº 06, de 08 de Maio de 2020, que dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE, proíbe a compra de alguns alimentos com recurso federal e a utilização de qualquer preparação doce ou adição de qualquer tipo de açúcar na alimentação das crianças menores de 03 anos . Já para alunos do ensino fundamental e da pré escola, a resolução orienta que alimentos como frutas e legumes sejam ofertados mais vezes durante a semana e alguns apenas devem ser fornecidos no máximo duas vezes por mês, como por exemplo, preparações doces (bolo, bebida láctea, bolachas). Dessa forma, “por meio da oferta desses alimentos, a escola busca contribuir para o crescimento e o desenvolvimento de seus alunos. O foco no estímulo à aprendizagem e na melhoria do rendimento escolar torna-se primordial para o alcance desse objetivo”, finaliza Kathleen.

Para o secretário Sadi, a visita teve o objetivo de verificar junto às escolas a volta às aulas, “já que temos hoje o trabalho híbrido e também a questão do isolamento social nas escolas, onde percebemos que de fato o PLANCON (Plano de Contingência) está sendo aplicado e percebemos que os jovens e as crianças estão muito felizes em poder retomar suas atividades presenciais”.




Rádio Cidade - 104.9 FM

Marka & LESS webmaster

Seguir

Entre em contato para mais informações

Seg - Sex: 08:00 - 18:00

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO