Epidemia de dengue se agrava em SC

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC), divulgou nesta sexta-feira (20), um novo boletim atualizando a situação da epidemia de dengue que vive o estado, e especialmente a região Oeste.


Segundo o informe, foram identificados em Santa Catarina até a última quarta-feira (18), 42.546 focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença, um aumento de 12% em comparação ao mesmo período do ano passado. Foram notificados 83.365 casos suspeitos de dengue, sendo 42.831 deles confirmados. Ainda há 25.256 casos suspeitos que ainda não tiveram um diagnóstico definitivo. Em comparação ao ano passado, houve um aumento explosivo de 177% no número de casos confirmados da doença.


O mês de abril foi o mais forte da epidemia até agora, correspondendo a metade dos casos de dengue confirmados. 91% dos casos são de pessoas que contraíram a doença dentro do estado de Santa Catarina. O município que teve a maior taxa de incidência da doença foi Itá, onde 915 dos pouco mais de 6 mil habitantes do município foram diagnosticados com dengue. Entre os 59 municípios que são considerados pelo Governo do Estado em epidemia da doença, 48 são da região Oeste:


  • Itá

  • Maravilha

  • Entre Rios

  • Iporã do Oeste

  • Mondaí

  • Belmonte

  • Palmitos

  • Paraíso

  • Piratuba

  • Coronel Freitas

  • Guaraciaba

  • Seara

  • São José do Cedro

  • Romelândia

  • Flor do Sertão

  • Caxambu do Sul

  • Abelardo Luz

  • Concórdia

  • São Miguel do Oeste

  • Peritiba

  • Princesa

  • Santa Terezinha do Progresso

  • Xanxerê

  • Caibi

  • Nova Itaberaba

  • Riqueza

  • Tunápolis

  • São Miguel do Oeste

  • Xavantina

  • Saudades

  • Cunha Porã

  • Iraceminha

  • Chapecó

  • Santa Helena

  • Bom Jesus

  • Barra Bonita

  • Águas Frias

  • São João do Oeste

  • Tigrinhos

  • Cunhataí

  • Ipumirim

  • Cordilheira Alta

  • Descanso

  • Guarujá do Sul

  • Bom Jesus do Oeste

  • Anchieta

  • Ouro Verde

  • Pinhalzinho

Entre os 41 óbitos confirmados por causa da dengue em Santa Catarina neste ano, 22 ocorreram na região Oeste, sendo duas mortes em Abelardo Luz, uma em Caibi, oito em Chapecó, uma em Coronel Freitas, uma em Guaraciaba, duas em Itá, uma em Maravilha, uma em Mondaí, três em Palmitos, uma em Romelândia e uma em Xanxerê. A epidemia continua, e é muito importante lembrar de fazer semanalmente as ações de prevenção para que não sejam criados mais lugares propícios para criadouros do mosquito da dengue:


Verificar se a caixa d’água está bem tampada

Deixar as lixeiras bem tampadas

Colocar areia nos pratos de plantas

Recolher e acondicionar o lixo do quintal

Limpar as calhas

Cobrir piscinas

Tapar os ralos e baixar as tampas dos vasos sanitários

Limpar a bandeja externa da geladeira

Limpar e guardar as vasilhas dos bichos de estimação

Limpar a bandeja coletora de água do ar-condicionado

Cobrir bem a cisterna

Cobrir bem todos os reservatórios de água

Fonte: ClicRDC