Chapecó anuncia novas medidas para conter avanço da Covid-19

A prefeitura de Chapecó anunciou na manhã desta quinta-feira (18) novas medidas para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus no Oeste. As novas ações foram divulgadas pelo prefeito João Rodrigues (PSD) em entrevista coletiva.

O novo decreto anunciado pelo prefeito João Rodrigues (PSD) proíbe atividades em clubes, campos e sedes sociais e também suspende os chamados eventos sociais, como casamentos, aniversários e mesmo festas de famílias em casas e chácaras.

A decisão da prefeitura também mantém restrições que já estavam em funcionamento, como o horário reduzido para restaurantes, que devem abrir apenas das 10h às 14h, para almoço, e das 18h às 22h, para jantar. O consumo de bebida alcoólica nesses locais é permitido somente durante a refeição.

A venda de bebida alcoólica em lanchonetes está proibida e em lojas de conveniência e postos de gasolina, é permitida apenas para quem vai transportar a bebida, sem consumo no local. Choperias e petiscarias já estavam fechadas e assim devem permanecer até 1º de março, segundo a prefeitura.

O prefeito também anunciou que a prefeitura produziu 3 mil adesivos colantes em piso e vai aplicá-los em frente a bancos e lotéricas para orientar as pessoas a fazerem filas respeitando o distanciamento mínimo de 1,5 metro. Um serviço de telemedicina viabilizado por meio de um grupo de médicos, que pode proporcionar até 100 consultas diárias, também foi anunciado pelo prefeito e deve ter mais detalhes repassados pelo município ao longo do dia.


Prefeito pediu 100 mil vacinas para Chapecó

Rodrigues também informou que reforçou o apelo ao Ministério da Saúde para que a região de Chapecó receba mais doses de vacinas contra a Covid-19, para tentar controlar a situação atual da pandemia. Ele disse que pediu 100 mil novas doses para Chapecó, mas que ainda não sabe o quanto a cidade de fato deve receber. O prefeito também reafirmou que as aulas em Chapecó devem ser retomadas em 1º de março.

O prefeito de Chapecó voltou a dizer que não deseja adotar medidas mais severas como lockdown e disse acreditar que “fechar tudo” não resolve a situação, porque as pessoas não ficariam em casa e iriam visitar amigos e promover aglomerações.

– Se eu fechar tudo, para onde as pessoas vão? Dentro de casa ninguém fica, as pessoas ficam por uma, duas horas. Depois vão pro sítio, se aglomeram, fazem churrasco, e acontece aí a transmissão. Agora, com as pessoas trabalhando, elas se cuidam porque o dono da loja faz com que funcionário use máscara, use álcool gel – comparou o prefeito.

Apesar disso, o prefeito admitiu que a situação atual da pandemia no Oeste a redução de algumas atividades, como o adiamento do início das aulas definido pelo município e as restrições em vigor a estabelecimentos como bares e restaurantes.

– Sabemos que as decisões sempre vão magoar alguém, mas nesse momento é necessário tomar atitudes – apontou.


Novos testes do município tiveram 48% de resultados positivos

O prefeito também demonstrou otimismo com a situação em Chapecó porque dos testes para coronavírus recentes feitos no município, 48% teve resultado positivo e 52%, negativo. No domingo, quando Rodrigues admitiu que a cidade vivia estágio de colapso, este percentual era de 73% de diagnósticos positivos nos testes feitos na rede de saúde.


Reveja a coletiva sobre medidas de Chapecó para conter a Covid:


Região Oeste tem lotação de UTIs e pacientes transferidos

A região Oeste vive há duas semanas uma situação de colapso na saúde, com lotação em UTIs destinadas a pacientes com Covid-19 e necessidade de transferência de pacientes para unidades de outras regiões do Estado.

No início da semana, o governo do Estado já anunciou a intenção de criar mais 27 leitos de terapia intensiva na região. Novas medidas, no entanto, podem ser anunciadas nesta sexta.

Chapecó tem atualmente 62 pacientes internados em UTI, 86 em enfermaria e 14 em outros setores, segundo dados do município. Os novos leitos anunciados pelo governo do Estado devem começar a estar à disposição da cidade entre sexta-feira (19) e o fim de semana. Hoje há 2.769 casos ativos de Covid-19 no município. Fonte: NSC Total