Abril Azul: Santa Catarina emite documento para auxílio no cotidiano de autistas

Em 2007, a Organização das Nações Unidas (ONU) definiu o dia 2 de abril como Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Por todo o mês, durante a campanha Abril Azul, são realizadas atividades para sensibilizar a população sobre o Transtorno de Espectro Autista (TEA) com o objetivo de combater o estigma e a discriminação.


Dados da Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina apontam que, dos 21 mil estudantes da Educação Especial pública, cerca de 6 mil têm diagnóstico do transtorno.

Já a Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) atesta que, nas 236 instituições credenciadas pelo órgão, 9 mil pessoas com autismo são atendidas.


A instituição também emite a Carteira de Identificação do Autista. Desde fevereiro de 2020, quando foi lançada, até março de 2022, 4038 pessoas com o transtorno já foram beneficiadas com o documento. A iniciativa teve origem na Assembleia Legislativa com a lei 17.754, sancionada em 2019.


A carteira de identificação do autista pode ser emitida por qualquer instituição credenciada pela Fundação Catarinense de Educação Especial. Basta apresentar a documentação necessária prevista no site autismo.fcee.sc.gov.br.



Fonte: RADIO ALESC com foto da autismo.fcee.sc.gov.br